fbpx

Transferência de financiamento: realmente vale a pena?

Realizar a transferência de financiamento ou a venda de um veículo é uma dúvida que surge entre vários condutores brasileiros. O financiamento é, inclusive, uma alternativa que muitos brasileiros encontram para adquirir um veículo. Segundo dados levantados no ano de 2019 pela ANEF, mais da metade dos veículos foram vendidos de maneira financiada no ano citado. 

Essa é uma opção muito buscada pois suas taxas são, relativamente, mais baixas. Isso acontece pois o comprador deve oferecer uma quantia em pagamento no momento do acordo. Além disso, a facilidade que os créditos costumam ser aceitos e o prazo longo de pagamento também chamam a atenção e acrescentam vantagens sobre o financiamento. Mas assim como qualquer outra coisa, é importante planejar-se antecipadamente para o financiamento do veículo. 

Vale a pena realizar a transferência de financiamento?

Uma das principais vantagens de aceitar a proposta de transferência de financiamento é, sem dúvidas, o preço. Em algumas situações, é possível encontrar propostas com até 60% de desconto do que está sendo proposto no mercado. Quando você busca adquirir um veículo em leilões realizados pelo DETRAN, assim como a Receita Federal ou nas seguradoras, a única dívida que o novo proprietário irá assumir na transferência é justamente essa: o financiamento. O motivo para isso acontecer é que o dinheiro adquirido é destinado para os pagamentos pendentes referentes a diferentes estilos de taxas, como o IPVA. 

Sendo assim, ao fechar um acordo de transferência de financiamento, os valores de outras dívidas dele são poupadas ao novo proprietário. Claro que não existe somente essa vantagem de assumir a transferência de financiamento de veículo, mas também é importante ter em mente as desvantagens que esse modelo oferece.

Como assumir o financiamento de um veículo?

Quando você decide que deseja assinar a transferência de financiamento, deve ter em mente que os processos são burocráticos. Isso porque, assim como ocorre no caso dos financiamentos normais, as instituições também irão solicitar uma análise de crédito. Assim como outras informações referentes que são realizadas no financiamento de um veículo. Entretanto, de maneira geral, o processo de transferência de financiamento ocorre da seguinte forma: 

  1. O interessado realiza, junto a uma instituição financeira, se existe a possibilidade de solicitar o repasse. Caso isso seja uma possibilidade, é possível encontrar ela descrita nas cláusulas do contrato.
  2. Encontrar uma pessoa que esteja disposta a assumir as parcelas restantes do financiamento do veículo.
  3. Momento em que os valores são estabelecidos, sendo muito comum entrar com uma “entrada”. Esse valor servirá para recuperar o valor que já foi pago pelo proprietário anterior do financiamento.
  4. Todos os documentos são analisados novamente junto a instituição financeira, como o repasse do veículo. Vale ressaltar a importância de firmar esse contrato com toda a atenção, pois algumas situações incômodas podem ocorrer. 

Se você é um comprador interessado no repasse, essa operação se tornou mais fácil pois pode ser realizada digitalmente. Uma das opções são sites, o Despachante.com é uma ótima empresa, com especialistas preparados para ajudá-lo durante todo o processo. 

Possíveis riscos ao assumir uma dívida de financiamento

Uma das maiores desvantagens de assumir a dívida de um financiamento são os juros que essa modalidade apresenta e, também, o carro possivelmente alienado. Mesmo que esses juros já estejam presentes no custo total de uma transferência de financiamento, todas as possíveis eventualidades que ocorrerem ou parcelas de dívidas em atraso podem gerar um valor ainda mais alto de dívida. 

Mas, quando citamos as principais desvantagens de assumir uma transferência de financiamento, citamos:

  • O veículo pode apresentar uma maior desvantagem no mercado. Isso sem contar com os riscos de outros valores, como possíveis reparos ou manutenções que devem ser realizadas.
  • O valor total que foi pago pelo veículo é, normalmente, muito maior do que está sendo anunciado. Sendo assim, no momento em que o comprador mostra interesse em adquirir a transferência de um financiamento, também pagará por outras dívidas.
  • Quando o repasse é uma possibilidade no contrato, e o comprador aceita fazê-lo, apresenta um risco maior de perda do contato com o financiador anterior. Em situações como essa, mesmo com o proprietário realizando o pagamento do financiamento, existe a chance de perder seu veículo caso não haja transferência.
  • A mesma questão de transferência também deve ser levantada em situações em que houver óbito. Caso o primeiro portador venha a falecer, o carro pode ser encaminhado para um inventário. Quando a documentação necessária não está presente, ele pode ser confiscado. 

Sendo assim, antes de aceitar os termos dessa modalidade, é recomendado que os condutores façam um planejamento e estudem sobre o assunto. Ou então entrem em contato com especialistas no assunto, como o Despachante.comQuando essa dica é seguida, os compradores não sofrem com possíveis riscos relacionados às desvantagens, assim como evitam dívidas futuras difíceis de pagar. Mesmo que o processo de transferência do financiamento seja complicado, e apresenta desvantagens, ele ainda pode ser realizado sem grandes problemas. Uma das primeiras atitudes que os interessados devem seguir é buscar mais sobre o assunto, assim como entrar em contato com especialistas. 

Busque por ajuda de especialistas! 

Caso queira entrar em contato para obter ajuda sobre o assunto, o Despachante.com pode ajudá-lo em todos os aspectos! O procedimento é rápido, seguro, fácil e, o melhor, 100% digital! Sem a necessidade de sair de casa para tomar medidas burocráticas. Verifique como funciona o procedimento através do site oficial: 

  1. Primeiramente, faça a consulta do site e esclareça suas dúvidas sobre o assunto;
  1. Na sequência, caso haja a necessidade, pague todos as taxas e dívidas em aberto em até 12x sem juros;
  1. O seu documento será encaminhado para você através do serviço dos Correios! Vale ressaltar que o frete, em todas as situações, é grátis. 

Além de realizar esse processo, o Despachante.com também pode ajudá-lo em outros aspectos referentes a veículos. Sendo assim, se estiver em busca da melhor opção de empresas especializadas em situações de veículos, entrar em contato com os profissionais do Despachante.com é a melhor escolha em todas as situações!

2021-06-01T15:51:25+00:00 maio 28th, 2021|Transferência de Veículo, Venda de Carros|0 Comentários

Já vai embora sem consultar os seus débitos?

Pesquise agora é grátis!

de desconto

Utilize o código #popup20