fbpx

Desbloqueio de sinistro: como funciona?

O desbloqueio de sinistro refere-se a qualquer dano que o automóvel tenha sofrido, seja em acidentes, roubos ou furtos. É muito importante ter cuidado com veículos com “sinistro” pois, em alguns casos, ele é bloqueado pelo DETRAN. 

O que é um veículo com sinistro?

Sinistro é a palavra utilizada quando um evento ocorreu e o veículo possuía cobertura pelo seguro, desde que esteja assegurado pela apólice. Por exemplo, quando um condutor bate o carro de maneira involuntária e contratou no seguro a cobertura por colisões. O sinistro também acontece quando um veículo é roubado ou furtado e isso estava previsto na apólice do seguro. O contrário ocorre quando o condutor não contratou essas coberturas. 

Sendo assim, se você não contratou a cobertura contra roubo ou furto, o evento que aconteceu não será considerado um sinistro. Isso porque, esses prejuízos não estão assegurados no contrato. 

Quando um sinistro ocorrer, existem duas maneiras de receber a indenização por parte da seguradora, são elas: parcial ou integral. O critério que estabelece isso diz respeito a uma análise para classificar se o veículo sofreu perda parcial ou perda total. 

O que é uma perda parcial?

De acordo com a Tabela Fipe, a perda parcial de um veículo ocorre quando a reparação dos danos não ultrapassa 75% do valor total. Para exemplificar, tenha em mente que você possui um carro que vale R$100 mil na Tabela Fipe. Então, ao sofrer um acidente, ele precisa passar por uma vistoria para verificar a situação dele. 

Então, se você levar esse veículo para o conserto e o valor for de R $50 mil, isso significa que seu carro sofreu uma perda parcial. Isso porque, o seu veículo não ultrapassou a marca de 75% de danos imposto pela Tabela Fipe. 

O que é uma perda total?

Ao contrário da perda parcial, a perda total de um veículo acontece quando o conserto do veículo ultrapassa 75%. Leve em consideração a mesma situação citada anteriormente: você tem um veículo que vale R $100 mil, segundo a Tabela Fipe. Então, quando um sinistro acontece, você o leva para o conserto e o valor é superior a R $75 mil. 

Quando isso acontece, significa que os danos foram muito grandes, ou seja, não compensa consertar. Nessas situações, a seguradora não tem o que fazer e devolve o valor integral do veículo.  

Como fazer o desbloqueio de sinistro?

Um sinistro acontece quando o seu veículo se envolve em um acidente que causa a perda total ou parcial. Basicamente, isso bloqueia o veículo de circular livremente nas vias públicas do Brasil, até que as medidas necessárias sejam seguidas. Nenhum veículo com sinistro pode circular pelas vias, essa é uma medida para evitar que ainda mais problemas aconteçam. E, para que você possa circular novamente com o veículo, é necessário realizar o desbloqueio de sinistro. 

Caso queira realizar o desbloqueio de sinistro, é necessário seguir os seguintes procedimentos junto ao DETRAN de seu estado:

  • Apresentar uma cópia e documento oficial, tanto a frente quanto o verso, do CRV e CRLV;
  • Nota fiscal das peças que foram utilizadas para realizar o reparo;
  • O Laudo da vistoria, a qual deve ser feita por uma empresa credenciada;
  • O Laudo original do Inmetro, que deve estar dentro do prazo de validade;
  • CNH do proprietário do veículo;
  • RG e CPF.

Caso tenha adquirido seu novo automóvel de média monta através de um leilão, o desbloqueio de sinistro deve ser realizado para regularizá-lo. 

O que é média monta?

Segundo o Conselho Nacional de Trânsito, o artigo número 544, estão estabelecidos os níveis de consequências através do acidente. Justamente por essa resolução, quando um acidente acontece, é de responsabilidade do órgão de trânsito estabelecer a classificação: pequena, média e grande monta. De maneira geral, uma média monta acontece quando um veículo tem uma pequena parte danificada. E, mesmo assim, elas podem ser substituídas, sem que haja necessidade de passar por uma vistoria. 

Já a média monta é quando os danos são de partes externas, mecânica ou estrutural do veículo. Nesse sentido, ele ainda pode ser substituído, permitindo que o veículo volte a circular livremente nas vias públicas. Mas para que isso aconteça, o automóvel deve passar por uma vistoria. Por fim, a grande monta ocorre quando os danos são irreparáveis, exigindo que o automóvel não circule novamente nas vias públicas do país. 

Como a média monta é estabelecida no documento?

Quando os veículos são classificados como “média monta”, essa informação deve estar presente na documentação. Essa é uma medida que proíbe que o veículo apresente mais problemas ao circular pelo país. Basicamente, essa informação estará presente no CRV ou CRLV, constando “Circulação Vetada” ou “Proibida Circulação”. Isso significa que, enquanto os danos do automóvel não forem reparados, não será possível circular nas vias públicas.

Então, quando esses danos forem reparados, um novo documento será emitido com as seguintes informações do desbloqueio de sinistro: “Sinistro Recuperado”.

Como um leilão de média monta funciona?

Resumidamente, todos os veículos que são comercializados via leilão valem 30% menos que o valor de mercado. E, por essa razão, muitos consumidores realizam seu sonho de investir em um veículo através desses procedimentos. Mas é importante ressaltar que os veículos comercializados via leilão são recuperados. Nesse sentido, são aqueles envolvidos em um acidente e, por isso, tiveram que trocar todas as peças danificadas. 

E é por isso que o valor que são encontrados são mais baixos. Mas as chances dos veículos com desbloqueio de sinistro apresentarem problemas futuramente é maior. Além disso, é muito comum que os proprietários desses veículos não consigam um seguro.

Como o Despachante.com pode me ajudar com o desbloqueio de sinistro?

Através da Despachante.com, os proprietários podem analisar como anda o processo de desbloqueio de sinistro. Depois disso, basta solicitar a transferência do automóvel no nosso site. O procedimento para solicitar a transferência é básico. Caso tenha interesse em saber mais sobre esse processo, basta entrar em contato com os profissionais do Despachante, eles podem te auxiliar em todos os passos!

2021-07-19T19:10:37-03:00 julho 19th, 2021|Transferência de Veículo|0 Comentários

Já vai embora sem consultar os seus débitos?

Pesquise agora é grátis!

de desconto

Utilize o código #popup20