fbpx

Licenciamento Final 4

Licenciar um veículo é uma obrigação dos proprietários que se renova anualmente. Portanto, se você faz parte do licenciamento final 4 fique atento às datas, valores e riscos que ele envolve.

Afinal, há uma série de regras que define como essa obrigação deve ser cumprida pelo proprietário de veículo. Ao mesmo tempo, existem requisitos cuja ausência de cumprimento impede o licenciamento.

Além disso, é preciso ressaltar que ao não licenciar o veículo o proprietário condutor se coloca em situação de risco tanto em relação à posse do móvel quanto às multas.

Dessa maneira, continue lendo para entender como funciona o procedimento do licenciamento, quem deve fazê-lo, datas e valores.

Entenda o licenciamento final 4

O licenciamento é o procedimento necessário para que haja a emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos. Esse documento é responsável por comprovar a permissão do veículo para circular nas vias públicas.

Já o licenciamento final 4 se refere aos veículos cujas placas de identificação terminem com esse veículo. Isso, pois, os estados dividem essa obrigação de acordo com a numeração dos automóveis.

Com isso, evitam-se aglomerações presenciais, filas longas ou mesmo o  congestionamento dos sites para pagamento da taxa necessária para licenciar veículos.

Ou seja, cada dígito de final de placa possui uma data específica diferente das dos demais dígitos em relação ao licenciamento.

O que acontece com quem não fizer o licenciamento final 4?

O motorista que não se atentar para a necessidade de realização do licenciamento sofre graves consequências.

Por exemplo, em caso de abordagem policial de veículo cujo licenciamento esteja pendente o motorista terá incorrido em infração leve. Assim, deverá suportar a adição de pontos na carteira e multa pecuniária próxima aos R$ 90.

Ainda, há apreensão do veículo e ele permanece nesse estado até que o proprietário comprove ter realizado o licenciamento final 4 ou o referente às placas de identificação.

Essas consequências também se aplicam ao proprietário de veículo flagrado conduzindo-o em via pública sem estar na posse do CRLV. Ou seja, não basta realizar o licenciamento, é necessário que se possa comprová-lo.

Por isso é crucial que o proprietário do veículo garanta que seu automóvel esteja sempre munido com a documentação de trânsito.

Existem isenções de licenciamento?

Não, pois licenciar o veículo é uma obrigação de todos os proprietários deles. Isso se aplica tanto para automóveis de passeio quanto para caminhões, reboques e semi-reboques, motocicletas, ônibus e outros motorizados.

Portanto, quem tem um veículo terá anualmente renovada a obrigação de licenciá-lo. Da mesma forma, tem-se que diferentemente do IPVA (Imposto de Propriedade de Veículo Automotor) a “idade” do móvel não faz qualquer diferença.

Carro novo não tem licenciamento?

Diferentemente do que muitos acreditam, um carro recém comprado na concessionária e que tenha placas finalizadas em dígito 4 também tem obrigação de realizar o licenciamento final 4.

Porém, muitos proprietários sequer percebem que o estão pagando e, por isso, acreditam ser isentos.

Contudo, não é isso o que ocorre. Em verdade, ao comprar um veículo em uma concessionária o comprador paga uma série de taxas. Dentre elas está a do licenciamento.

Assim, sabendo-se que é preciso licenciar o veículo uma vez ao ano, tem-se que o proprietário é dispensado de realizá-lo à parte no ano de compra. Entretanto, isso somente ocorre porque o valor já foi pago anteriormente.

Em caso contrário, assim, ocorreria o pagamento de taxas em dobro e isso seria ilegal e lesaria o cidadão.

Portanto, somente não precisa pagar o licenciamento final 4 em 2021 os proprietários de veículos adquiridos naquele ano. Contudo, em todos os demais anos o valor será pago à parte.

E como o licenciamento é feito?

O licenciamento segue uma série de regras, conforme já apontamos. Dentre elas estão a proibição em licenciar um veículo que esteja com dívidas de multas e de impostos pendentes.

Ou seja, o veículo e o proprietário devem estar em dia com o DETRAN. O pagamento do IPVA, que ocorre geralmente no início do ano, é prévio ao licenciamento final 4.

Assim, ao licenciar o veículo esse imposto que recai sobre ele já deve estar devidamente quitado. Em caso contrário há óbice de obtenção do CRLV.

O mesmo acontece em caso de existência de multas de trânsito, independentemente do valor delas, registradas contra o veículo. Novamente, somente após o pagamento delas será possível promover o licenciamento.

Entretanto, é possível resolver de forma rápida tais entraves. Com o pagamento do imposto e das multas o licenciamento final 4 já se torna possível. 

A melhor forma de contornar problemas como esse, aliás, é com o auxílio de um despachante de trânsito.

Para saber se existem multas ou impostos pendentes de pagamento relacionados ao seu veículo você pode fazer uma consulta no site do DETRAN. 

O acesso é realizado a partir do número RENAVAM do móvel motorizado, código que é localizado no CRV, outro documento do automóvel.

Qual é o valor e o prazo final para o licenciamento final 4?

Anualmente são divulgadas as datas e os valores referentes ao licenciamento do ano seguinte. Em relação aos veículos com placas com final em dígito 4 são esses os prazos limites para pagamento:

  • Veículos de passageiros, reboque, semirreboque e ônibus: Julho/2021;
  • Caminhões: Outubro/2021.

Contudo, até o momento ainda não houve a divulgação dos valores que serão cobrados para fins do licenciamento em 2021. Por outro lado, a taxa não costuma variar muito a cada ano e a de 2020 correspondeu a R$ 90,20.

Como fazer o licenciamento final 4?

Agora que você já sabe tudo sobre o licenciamento 2021 no estado de São Paulo, cabe saber como fazê-lo. Para isso a nossa dica é buscar ajuda de um despachante de trânsito.

Esse profissional atua como um intermediário que, munido de procuração do proprietário do veículo, pode agir em nome dele. Dessa maneira, você fica livre de qualquer preocupação e garante que o seu veículo estará em dia.

Ao mesmo tempo, não perde tempo com questões burocráticas, filas e sistemas que podem apresentar demora e perda de tempo. Assim, não deixe de buscar realizar o licenciamento final 4 com um profissional desse ramo.

Para isso, basta conceder uma procuração junto ao número do RENAVAM. Após, basta aguardar e ter a garantia de que a circulação do seu veículo estará de acordo com a lei.

2021-02-18T19:00:59+00:00 janeiro 19th, 2021|Licenciamento de Carro|0 Comentários

Deixar Um Comentário

Já vai embora sem consultar os seus débitos?

Pesquise agora é grátis!

de desconto

Utilize o código #popup20