fbpx

IPVA despachante

O IPVA despachante auxilia os proprietários de veículos a colocarem a sua documentação em dia. É com o despachante que acontece a intermediação entre os condutores X detran. Eles emitem diversos documentos e pagamentos de taxas, multas e impostos. De maneira bastante simples, os despachantes são responsáveis por ajudar os condutores em serviços básicos, como a emissão de documentação ou a alteração dos já existentes. Esses documentos são considerados essenciais para que os condutores consigam estar regularizados em todos os registros e vistorias de seus veículos. 

O IPVA despachante assegura que os seus proprietários consigam estar alinhados com tudo que a legislação exige. Quando todos os documentos estão em ordem, os condutores podem circular livremente dentro de todo o território nacional. 

O que é IPVA?

O IPVA é um imposto que todos os proprietários de veículos devem pagar anualmente dentro do território brasileiro. Um imposto estadual, onde todos os Estados do Brasil, incluindo o Distrito Federal, devem estipular um valor e cobrar dos condutores, segundo citado no art. 155, III da Constituição Federal. 

Caso o pagamento do imposto não for devidamente pago, os condutores correm risco de ser multados, além de sofrer outras consequências. Mas o IPVA despachante pode ajudar em situações complicadas com a documentação. Os valores do IPVA podem variar de acordo com o valor do veículo. O pagamento desse tributo é obrigatório para que o licenciamento do automóvel seja emitido. 

Os governos estaduais e municipais são responsáveis por dividir os valores arrecadados, sendo que 50% é destinada para o Estado e 50% para o Município. 

Como o valor do IPVA é calculado?

Definir o valor do IPVA é responsabilidade de cada estado brasileiro. Mas é bastante comum que, se o seu veículo for usado, a base do valor será o preço médio que foi cobrado no mercado. Todos esses valores são definidos a partir de pesquisas e publicações especializadas, dentro de todas as redes de revendas. Sendo que a cota é feita pela tabela Fipe. Já os veículos zeros possuem referências no valor de sua nota fiscal. Quando se trata de um carro antigo, o qual é importado diretamente pelo proprietário, é aplicado um preço no documento de desembaraço aduaneiro. 

Como conseguir a isenção do IPVA com o despachante?

Escolher um serviço de IPVA despachante pode ajudar os proprietários de veículos a se isentar do imposto e garantir os serviços personalizados necessários. Esses serviços vão depender das necessidades dos proprietários que solicitarem o IPVA despachante, além do tempo de conquista de um veículo, o seguro do carro e outros fatores. Ao optar por um serviço de despachante, os proprietários podem solicitar a isenção do IPVA como também contar com todo o apoio necessário para conseguir uma CNH Especial. 

Esse tipo de documento é essencial, dentro dos serviços de um IPVA despachante, para garantir a isenção sem muita burocracia. No entanto, é importante ressaltar que a isenção de IPVA só pode ser obtida em casos de PCDs, através da CNH especial. 

Como pagar os impostos em atraso?

Os proprietários que não conseguiram pagar o imposto, podem solicitar o auxílio do IPVA despachante ou optar pelo pagamento de maneira fácil através do Despachante.comE não se preocupe, com o Despachante.com você tem condições especiais de pagamento! Se o pagamento for feito através do Detran, só é possível realizar o parcelamento dos débitos em apenas 3 vezes.

Com o Despachantes.com, você pode parcelar no cartão de crédito em até 12 vezes, deixando muito mais simples o pagamento e ficar em dia com os impostos! 

Vale a pena parcelar o valor do IPVA?

Os proprietários de veículos que não possuírem recursos para realizar o pagamento à vista, podem parcelar o valor do imposto. O IPVA despachante oferece aos condutores ótimas condições de pagamento das pendências em aberto. Para aproveitar o desconto, os proprietários devem optar pelo pagamento à vista ou parcelamento em três vezes. 

Dessa maneira, quando for selecionar a sua forma de pagamento, os proprietários devem fazer uma avaliação criteriosa de sua situação econômica. Quando for possível, a melhor opção é pagar o imposto à vista, pois os descontos nesses casos costumam ser maiores. 

Mas se essa não é uma opção viável no momento, a opção de parcelamento também é interessante para os contribuintes, pois o desconto também é acrescentado nesses casos. O que os proprietários devem levar em consideração nesses casos é a duração dos programas. De maneira geral, é comum que essas ações durem por poucos períodos de tempo, dentro do prazo de um ou dois meses. Para evitar acumular juros, uma das opções é buscar por uma linha de créditos com juros mais baixos. 

Posso ter o IPVA restituído quando o veículo for roubado?

O direito de restituir o valor do IPVA está disponível em alguns estados do Brasil, sendo que ele não é conhecido por muitos condutores. Entre os mais de 10 mil motoristas que foram roubados ou furtados durante o ano de 2012 em Belo Horizonte, menos de 2% solicitaram o valor do IPVA novamente. Todos os proprietários de veículos que tiveram as suas motos, carros ou caminhões roubados ou furtados podem solicitar a restituição do valor pago no IPVA.

Esse é um direito que está garantido por lei, mas em alguns dos estados esse reembolso não é automático. Sendo necessário ir até um dos pontos de atendimento da Secretaria da Fazenda, apresentar o documento do veículo e o Boletim de Ocorrência para garantir o direito. Os proprietários dos veículos têm o direito da restituição entre a data que o crime ocorreu até a data em que o carro foi devolvido a ele. Os prazos para entrar em contato sobre essa restituição variam em todos os estados.

2021-06-10T15:37:51+00:00 junho 10th, 2021|IPVA|0 Comentários

Já vai embora sem consultar os seus débitos?

Pesquise agora é grátis!

de desconto

Utilize o código #popup20