fbpx

Como consultar o IPVA atrasado?

Consultar o IPVA atrasado é algo que todos os condutores brasileiros devem fazer para realizar o pagamento dessa importante taxa. A maioria dos proprietários de veículos não sabem o que fazer quando essa dívida está atrasada, ou seja, ter conhecimento total sobre o assunto é fundamental para não pagar juros excessivos. 

Claro que além das taxas de juros altas, existem mais riscos que envolvem o atraso do pagamento do IPVA. Mas também existem algumas alternativas que podem te auxiliar para realizar o pagamento dela, como a Despachante.com. 

E, em meio a todos os compromissos financeiros que os condutores devem pagar no início do ano, saber como consultar o IPVA atrasado é essencial para não perder o prazo. Quando o pagamento do IPVA está atrasado, algumas consequências envolvendo sua vida financeira ocorrem. Sendo assim, veja como consultar IPVA: 

Como consultar o IPVA atrasado e quitar suas dívidas?

O documento popularmente conhecido como IPVA, é um dos tributos que devem ser pagos anualmente pelos proprietários de veículos brasileiros ao Governo. Como se tratar de uma aplicação percentual sobre o valor de seu automotor, quanto mais alto for o valor de seu veículo, maior será a cobrança desse tributo.

Vale lembrar que todos os estados brasileiros tem sua própria maneira de cobrar o IPVA. Sendo assim, tanto a alíquota quanto os descontos são diferentes em todos os estados. Desde o ano de 2018, o DETRAN não encaminha nenhum comunicado para os condutores para realizar o pagamento do IPVA. Sendo assim, atente-se às datas e prazos!

Para evitar esses transtornos, referentes ao não pagamento da taxa, é importante consultar o IPVA e manter suas contribuições em dia. Uma das soluções mais fáceis para regularizar sua situação com o IPVA atrasado é entrar em contato com especialistas. Uma das melhores opções é o Despachante.com, com possibilidade de quitar sua dívida em até 12x!

Para consultar IPVA e outros débitos pendentes em seu veículo, acesse o site do Despachante.com e faça sua consulta. Basta informar os dados solicitados, como o número do Renavam de seu automotor. Assim que conferir todas as dívidas referentes ao seu veículo, basta selecionar a forma de pagamento e, na sequência, parcelar sua compra em até 12x. Assim que o pagamento for confirmado pela empresa, o seu IPVA estará em dia!

Uma solução bastante fácil e rápida, não é mesmo? Não perca mais tempo e acesse o Despachante.com agora mesmo! 

Quando ocorre a dívida ativa em seu veículo?

Como a taxa do IPVA é uma cobrança de impostos estaduais, as regras dessa cobrança não são as mesmas em todas as regiões do Brasil. Sendo assim, todos os estados irão definir o seu próprio calendário de pagamento, determinando as datas a partir do último número das placas de cada veículo. 

Caso esteja em busca do calendário para realizar o pagamento desse imposto, basta se dirigir até o DETRAN mais próximo ou a Secretaria da Fazenda de seu estado. Dessa maneira, quando um contribuinte não realizar o pagamento desse imposto, o órgão arrecadador poderá inscrever o número de CPF do mesmo na dívida ativa após 30 dias corridos da data de vencimento. 

Se você estiver com uma dívida ativa referente ao imposto de IPVA, deverá entrar em contato com a Procuradoria Geral de seu estado. Ele é quem será responsável por emitir a Certidão de Dívida Ativa Estadual. É importante frisar que nem todos os proprietários de veículos correm esse risco, já que em alguns estados a isenção do imposto é prevista. 

Uma das isenções mais comuns são para os casos de veículos que são adaptados para uso de pessoas com deficiência. Também existem os casos em que os veículos foram fabricados há mais de 15 ou 20 anos. Caso você não se encaixe em nenhuma dessas situações, é fundamental consultar IPVA e pagar a dívida no prazo estabelecido para que não tenha seu CPF em dívida ativa. 

E, assim que o seu CPF estiver presente em dívida ativa por conta do não pagamento do IPVA, algumas consequências podem ocorrer. As situações mais comuns envolvem cobranças de juros elevadas, assim como multas e encargos que são gerados pelo não pagamento. Quando o dinheiro devido vai se acumulando, a taxa é aumentada de acordo com a mensalidade.

Uma outra situação que poderá ocorrer nesse caso é a inscrição do nome do proprietário no Cadin. Nessas situações, as pessoas podem encontrar dificuldades para conseguir financiamento de imóveis, por exemplo. Mas sem dúvidas, um dos piores cenários que podem ocorrer diz respeito à execução fiscal. A qual pode ser decretada por um juiz, depois que o seu processo chegar até a esfera judicial e o contribuinte ainda não conseguir cumprir o novo prazo acordado para o pagamento de seus débitos.

Posso ter o carro apreendido se não pagar a taxa do IPVA?

Existe sim a possibilidade de ter o seu carro apreendido se você não pagar o valor da taxa do IPVA. Além de multas serem geradas pelo atraso, as quais equivalem cerca de 0,33% por dia atrasado. Depois de 20 dias de atraso, sua multa passará do percentual de 20% sobre o valor do IPVA. 

Novamente, é importante citar que não existe uma taxa fixa de cobrança. Sendo assim, esses valores também serão determinados por cada estado brasileiro. Se a taxa de IPVA estiver atrasada e, consequentemente, você for parado em uma blitz, o seu automotor poderá ser apreendido. 

2021-06-23T17:53:19-03:00 junho 21st, 2021|Débitos Veiculares, IPVA|0 Comentários