fbpx

Melhores dicas para direção defensiva

O condutor sempre enfrenta riscos ao dirigir nas vias públicas do país, independentemente do uso de seu automóvel, seja para trabalhar ou viajar. As obrigações de trânsito exigem que os condutores estejam sempre em alerta, algo que nem sempre é realizado. Ao dirigir de maneira segura, os condutores evitam infringir a Lei e, principalmente, o risco de sofrer acidentes. Uma das melhores alternativas para evitar esses problemas é aplicar dicas de direção defensiva em seu dia a dia. 

O que é a direção defensiva? 

Segundo o Denatran, direção defensiva é a maneira que o condutor dirige e permite que situações perigosas sejam reconhecidas antecipadamente. Dessa maneira, ele prevê o que pode acontecer, assim como os outros usuários da via, antes que de fato aconteça. Basicamente, a direção defensiva permite que acidentes e mortes no trânsito sejam evitadas. Isso porque, grande parte desses desastres acontecem pela própria falha humana. 

Segundo dados divulgados pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, cerca de 90% dos acidentes causados no trânsito brasileiro são devido a falhas humanas. Elas podem ser evitadas quando o condutor segue dicas de direção defensiva. 

1. Posição do corpo

Como citado anteriormente, a prática da direção defensiva envolve a capacidade de prever situações de risco e conduzir o seu veículo para evitá-las. Mas para que isso aconteça, o primeiro passo é conferir quais são as condições adequadas para o condutor, começando pela posição de seu corpo. 

A maneira ideal de conduzir seu veículo é aquela que permite que você fique com seus braços e pernas ligeiramente dobrados, com as costas no encosto em um ângulo de, aproximadamente, 90 graus. O mais importante nesse caso é que o motorista se sinta confortável, além de ter uma noção clara da visibilidade através de seus espelhos. 

2. Manutenção periódica do veículo

Com essa simples atitude, o condutor reduz o risco de acidentes. Além disso, também evita que o seu motor seja fundido, por exemplo, porque você esqueceu de realizar a troca de óleo. Para que você descubra quando é necessário fazer uma manutenção periódica em seu veículo, basta observar o manual do carro e observar cada período relativo aos principais itens. Ainda, se você preferir, é possível levar seu veículo até um mecânico de confiança regularmente. Lembre-se que a manutenção periódica deve envolver os seguintes itens:

  • Conferir o nível do óleo de seu veículo, tanto do freio quanto do motor, assim como da direção hidráulica;
  • Verificar se o veículo possui combustível suficiente para chegar até seu destino final;
  • Conferir o nível de água nos veículos que são refrigerados por água;
  • Sempre que as palhetas estiverem ressecadas, é importante realizar a troca;
  • Conferir se todos os faróis estão acendendo corretamente. 

3. Utilizar o cinto de segurança

Torne um hábito entrar em seu veículo e colocar o cinto de segurança, antes mesmo de ligá-lo. Confira também se todos os outros ocupantes o colocaram. Ao observar as estatísticas, é possível observar que essa simples atitude pode fazer total diferença em situações de acidentes.

4. Redobre sua atenção durante os dias chuvosos

Até mesmo para os motoristas profissionais ou experientes no trânsito, a circulação em dias de chuva podem ser complicados, ainda mais em tempestades fortes. Isso porque, durante essa situação, a visão fica comprometida, além da aderência dos pneus diminuir. Em situações como essa, é recomendado que o condutor reduza sua velocidade. Também é possível ligar o ar condicionado de seu veículo para que os vidros não fiquem embaçados, além de redobrar a sua atenção. 

5. Confira a condição do pneus 

Quando os pneus estão bem calibrados, além de estarem bem conservados, acidentes são evitados. Portanto, nada de conduzir o seu veículo com o pneu careca, principalmente em dias chuvosos. De maneira geral, o condutor deve seguir as seguintes dicas para cuidar dos pneus:

  • Não circule nas vias públicas com os pneus muito desgastados. É fundamental que eles tenham sulcos de, no mínimo, 1,6 milímetros de profundidade;
  • Confira se não existe nenhum tipo de deformidade em sua composição, como bolhas ou cortes;
  • Não utilize pneus que estão fora de recomendação, a qual é estipulada pelos fabricantes do veículo. 

Também é importante que o condutor verifique as condições de seu estepe. 

6. Mantenha distância do veículo da frente

Quanto maior for a velocidade de seu veículo, mais dificuldade você terá em freá-lo, caso seja necessário. Consequentemente, maior deve ser a distância para que isso possa ser feito. Portanto, é fundamental que você mantenha uma distância segura do veículo da frente. Pois, em situações de emergência, será possível ter um maior espaço para desacelerar o seu veículo, evitando uma colisão.

7. Sempre respeite as sinalizações

A sinalização existe como uma forma de orientar o motorista, garantindo maior segurança às pessoas que utilizam as vias públicas diariamente. Sendo assim, é fundamental que você respeite as sinalizações, como a velocidade máxima permitida, proibição de conversão ou retorno, entre outras. Quando os motoristas respeitam as sinalizações do trânsito, os riscos de acidentes ocorrerem será menor. 

8. Mantenha o seu foco e concentração nas ruas

A maioria dos acidentes acontecem porque os condutores estavam falando ao celular ou realizando outras atividades, como mudando a estação da rádio. É importante ressaltar que mexer no celular ao volante gera uma multa de natureza gravíssima, segundo determinado pelo artigo 252 do CTB. Portanto, para não colocar a sua segurança e a de outras pessoas em risco, mantenha o seu foco na direção. 

9. Mantenha-se informado sobre todas as Leis de trânsito

Respeitar as Leis do trânsito é essencial para quem deseja dirigir em segurança. Sendo assim, esteja sempre atento sobre as novas e velhas normas de trânsito. Isso não só evita o recebimento de multas como também acidentes. 

Como o Despachante.com pode me ajudar?

Ao entrar em contato com o Despachante.com, os condutores encontram todas as maneiras de dirigir em segurança e manter o seu veículo em dia. Portanto, se você tem interesse em pagar pelos débitos em aberto, basta encaminhar o seu orçamento para os profissionais e encontrar a melhor forma de acabar com seus problemas!

2021-07-26T20:58:14-03:00 julho 26th, 2021|Carro, Dicas|0 Comentários

Já vai embora sem consultar os seus débitos?

Pesquise agora é grátis!

de desconto

Utilize o código #popup20